Nossas redes

Anuncie

Por que investir?

Estimativas de mercado indicam que o mercado geek movimenta mais de R$ 138 bilhões no mundo todo. O Brasil tem uma boa fatia nesse bolo. Somente o segmento de licenciamento faturou R$ 20 bilhões no País (em 2019), valor 6% maior que no ano anterior, mantendo a média de crescimento registrada nos seis anos anteriores, de 4% a 6%, conforme relatório da Associação Brasileira de Licenciamento de Marcas e Personagens (Abral). O Brasil é o sexto maior mercado do mundo quando se fala em licenciamento.

É também aqui que se realiza o maior festival de cultura pop do mundo, a CCXP. Na última edição, o evento reuniu um público de 280 mil pessoas ao longo de quatro dias, com ingressos de, no mínimo, R$ 90 por dia.

Das 10 maiores bilheterias de cinemas de 2019 no mundo, nove tiveram temáticas geek (o mesmo que nerd). Só o filme “Vingadores: Ultimato”, faturou quase US$ 3 bilhões, tornando-se o longa mais rentável de todos os tempos. No Brasil, o blockbuster levou às poltronas 19,6 milhões de pessoas e rendeu R$ 353 milhões. 

Mas não são somente as telas que atraem esse público. Segundo a Associação de Cartunistas do Brasil (ACB), o mercado de quadrinhos mobiliza cerca de 20 milhões de leitores ao mês. 

A paixão desse público não tem limites e se expande por roupas, acessórios, objetos domésticos, papelaria, comidas, bebidas, brinquedos, itens de higiene, cosméticos e a cada dia a lista aumenta mais.

Tudo isso porque são pessoas que não têm medo de investir. Dados da Rakuten Digital Commerce indicam que o ticket médio das compras online dos geeks é de R$ 548, valor superior à média nacional, que é de R$ 329. Em linhas gerais, esse público gasta 40% a mais que a média brasileira.

Em termos de conteúdo, a categoria “Entretenimento” é a mais consumida da internet brasileira, muito acima de todas as outras.

Com os parceiros certos, o investimento para exibição de marca junto a esse público é garantia de retorno positivo. Vem com a gente?