Nossas redes

Streaming

Bom Dia, Verônica

Publicado

em

Série original da Netflix estrelada por Tainá Müller, Eduardo Moscovis e Camila Morgado acerta o estômago do espectador com uma tensa e incômoda trama de suspense policial

 

Até onde uma policial honesta e empática é capaz de ir para fazer justiça – colocando em risco o seu casamento, a segurança de sua família e até a sua própria vida? Essa é a pergunta mais pertinente enquanto acompanhamos a saga de Verônica Torres (a ótima Tainá Muller), uma jovem escrivã da polícia que luta contra um sistema de justiça falho e burocrático, o machismo e a corrupção latentes em sua corporação enquanto investiga as razões de um misterioso suicídio e persegue um sádico e manipulador ‘serial killer’ feminicida. Como se não bastasse, a atormentada Verônica ainda precisa lidar com a hostilidade de uma delegada (Elisa Volpatto), com o pouco caso de seu chefe (Antônio Grassi) em relação à sua investigação e com a própria vida conjugal em risco, devido ao afastamento e os riscos causados por seu perigoso e exaustivo trabalho.   

Baseada no livro homônimo de Ilana Casoy e Raphael Montes, a série da Netflix aborda temas delicados e um tanto indigestos mesmo que – é sabido – tenha havido uma ligeira suavização aqui da violência em relação ao que é narrado no livro. Mesmo assim, muitas sequências podem dar um soco no estômago dos mais sensíveis, principalmente as que mostram a abusiva e doentia relação entre o cruel e dissimulado coronel da PM Brandão e sua esposa Janete – respectivamente interpretados pelos excelentes Eduardo Moscovis e Camila Morgado. A atuação de ambos é impecável e chega a ser um alívio cômico (único e involuntário, diga-se) isso quando o espectador não está rangendo os dentes de raiva e sentindo vontade de entrar na tela da TV pra esganar o asqueroso personagem do boa-praça Eduardo Moscovis – e finalmente dar um fim às barbaridades cometidas por ele. Se pode haver melhor endosso de uma grande interpretação, realmente são poucos. 

Por que assistir?

Além de todas as qualidades citadas anteriormente, é muito gratificante assistir a uma instigante trama policial, um tanto verossímil e que aborda temas incômodos porém pertinentes nos dias atuais (feminicídio, abuso sexual, machismo, corrupção, violência doméstica…), que é 100% brasileira e com identidade própria (sem emular as séries ou filmes americanos do gênero) e que se passa num ambiente um tanto familiar, trazendo a história praticamente pra “dentro dos nossos quintais” – no caso, vários pontos conhecidos da cidade de São Paulo. O elenco está afiado e bem entrosado e ainda conta com nomes como César Mello, Sílvio Gindane e Adriano Garib, entre outros. Se alguns leitores se incomodaram um pouco com as mudanças no perfil de alguns personagens, com a suavização e uma certa “higienização” em relação ao livro, quem tá chegando pela primeira vez ao universo de Verônica, via Netflix, vai ficar colado na poltrona diante da trama instigante e da tensão constante causada por ela, numa produção extremamente caprichada.

 

Onde assistir: Netflix
Número de episódios: 8
Duração média: 45 minutos
Para comprar o livro: https://amzn.to/3sFTD72

Continuar Lendo
Clique e comente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *