Nossas redes

Streaming

Meu Nome é Dolemite

Publicado

em

meu nome é dolemite

Produção da Netflix, estrelada por um inspiradíssimo Eddie Murphy, é o melhor filme do ator neste século

 

‘Meu Nome é Dolemite’ (2019) é baseado na história verídica de Rudy Ray Moore – que se tornaria uma espécie de ícone para a comunidade negra nos Estados Unidos da década de 1970. O início é focado no sucesso dos seus stand-ups e discos de humor, nos quais ele incorporava sua famosa persona artística: o cafetão Dolemite – uma “metralhadora” de piadas grosseiras, infames, politicamente incorretas e um tanto sexistas.

Algumas dessas sequências iniciais podem até incomodar um pouco os espectadores mais sensíveis a esse tipo de linguagem que, creiam, retrata muito bem uma cultura bastante popular daquele período – principalmente entre os afrodescendentes americanos.

Moore, querendo alçar voos mais altos, decide investir em sua própria carreira cinematográfica e começa a produzir um típico Blaxploitation, num verdadeiro caldeirão da efervescente cultura negra setentista: lá estão a Black Music (a trilha sonora é excelente, por sinal), as rimas (que influenciaram o Hip-Hop), o erotismo, o humor e a ação com altas doses de Kung-Fu – na época em que o astro Bruce Lee era um dos maiores ídolos da comunidade negra. Símbolo de força, determinação e superação, Lee foi uma espécie de ‘farol’ na luta contra o preconceito racial – mazela que o próprio sofreu na pele.

Por que assistir?

Acontece que Rudy, um sujeito de meia idade e um tanto fora de forma, não era nenhum Bruce Lee. Mas mesmo assim decidiu que ele mesmo seria o astro do seu filme de ação – rendendo sequências hilárias. Numa das mais engraçadas, atua numa cena de luta ao lado do diretor do seu filme, vivido por um impagável Wesley Snipes. Sempre associado aos filmes de ação como ‘Blade’ e ‘Passageiro 57’, Snipes surpreende e nos faz rir como um ator mega-afetado e arrogante que se gaba por ter “sido dirigido por Roman Polanski” em ‘O Bebê de Rosemary’ – e na real só fez uma ponta como o ascensorista de um prédio. 

‘Meu Nome É Dolemite’, dirigido por Craig Brewer, é uma dessas pequenas pérolas recentes da Netflix e no segmento humor, consegue ser o maior triunfo da plataforma.

 

Meu Nome é Dolemite (EUA/2019)
Direção: Craig Brewer
Roteiro: Scott Alexander e Larry Karaszewski
Elenco: Eddie Murphy, Wesley Snipes, Mike Epps
Duração: 1h 58min
Onde assistir: Netflix

Continuar Lendo
Clique e comente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *