Nossas redes

Cinema

Viúva Negra

Publicado

em

Enganou-se quem pensou que esse seria um filme menor do UCM. Viúva Negra é uma digna, divertida e emocionante despedida da heroína vivida por Scarlett Johansson

 

Anos depois do lançamento de ‘Vingadores: Ultimato’ não é nenhum spoiler dizer que o fim de Natasha Romanoff não foi dos mais felizes – apesar de bastante heróico. Com essa informação, não seria impossível uma perda de interesse do público pelo filme que mostraria o passado da espiã russa. Mesmo assim, a maioria dos fãs ficou aguardando ansiosamente pelo longa, que foi adiado por causa da pandemia, mas finalmente está entre nós. 

A trama

Na trama, após os acontecimentos de ‘Capitão América: Guerra Civil (2016)’, Natasha é uma fugitiva, e assim como o Capitão América, ainda é procurada pelo governo dos EUA. Só que no caminho da vingadora surge um terrível vilão conhecido como Treinador (Taskmaster), que consegue emular os movimentos de seus adversários e de alguns dos Vingadores – tornando-o praticamente invencível. Então, Natasha precisará se aliar à sua irmã Yelena (Florence Pugh, excelente) – também uma Viúva Negra, tão mortífera quanto ela – e aos seus pais de criação (vividos por David Harbour e Rachel Weisz) para que consiga enfrentar o novo inimigo e eliminar o inescrupuloso Dreykov (Ray Winstone), o criador da antiga  ‘Sala Vermelha’ e consequentemente, das próprias espiãs. 

Com um pouco mais de pés no chão do que a maioria dos filmes do UCM, ótimas cenas de ação e de combate e uma trama com um quê de espionagem, ‘Viúva Negra’ por vezes remete ao ainda imbatível ‘Capitão América: O Soldado Invernal’ (2014). Porém, mesmo sendo bem-sucedido no geral, o longa carece um pouco daquela ousadia e da excelência do roteiro de ‘Soldado Invernal’. E por mais que a direção segura de Cate Shortland entregue o prometido, tudo fica aquém do brilhantismo do filme dos irmãos Russo – o que acaba fazendo com que ‘Viúva Negra’ eventualmente pareça um filme “menor” da Marvel. 

Por que assistir? 

Apesar de não ser perfeito, ‘Viuva Negra’ ganha pontos justamente por visitar o passado da protagonista e de sua “família postiça” de espiões de forma bastante satisfatória, mostrando um pouco mais de sua conturbada (e um tanto triste) trajetória. Está tudo lá: sua infância, suas motivações, seus traumas e as razões que a fizeram repensar sua vida e se tornar uma valorosa heroína, integrante dos Vingadores. Tudo isso é mostrado de forma muito honesta e pouco didática, sem forçar a barra em prol do desenvolvimento da história. 

Saber que provavelmente não teremos mais a nossa querida, linda e maravilhosa Scarlett Johansson no papel que solidificou sua imagem no coração da cultura pop –  transformando-a numa das personagens mais queridas da Marvel – é algo que faz bater uma certa dorzinha de cotovelo. Mas a bela e carismática Florence Pugh poderá honrar o legado da heroína com charme, carisma, cinismo, muita segurança e grande agilidade, o que demonstra nas várias cenas de ação. A moça está realmente apta a ser a nova Viúva Negra – o que dá pra sacar numa sugestiva cena pós-créditos. 

David Harbour está ótimo como “Guardião Vermeho” (Foto: Disney/Divulgação)

Por fim, vale mencionar o alívio cômico, sem exageros, vindo de Alexei – o ex-supersoldado soviético vivido por David Harbour. O ator parece exagerar propositalmente no sotaque russo para dar um tom mais gaiato ao seu personagem, que vive se gabando de duvidosas missões do passado – ao mesmo tempo em que nutre um mix de inveja e admiração por seu “concorrente” americano, Steve Rogers.

‘Viúva Negra’ está nos cinemas e também pode ser assistido no Disney + através do serviço ‘Premier Access’, com custo adicional.

 

Viúva Negra (‘Black Widow’ – EUA/2021)
Direção: Cate Shortland
Roteiro: Eric Pearson
Elenco: Scarlett Johansson, Florence Pugh, David Harbour, Rachel Weisz, Ray Winstone, Olga Kurylenko
Duração: 134 minutos
Onde assistir: cinemas e Disney + (com custo adicional pelo ‘Premier Access’)

Continuar Lendo
Clique e comente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *